Projeto Embarca Marajó

O objetivo do projeto Embarca Marajó é implementar ações socioeconômicas e ambientais, visando o desenvolvimento local sustentável do território marajoara, integrado à políticas públicas, especialmente nos municípios onde trafega a Agência-Barco Ilha do Marajó: Bagre, Breves, Curralinho, Melgaço, Muaná, Ponta de Pedras, Portel, Salvaterra, São Sebastião da Boa Vista e Soure.

O objetivo do projeto Embarca Marajó é implementar ações socioeconômicas e ambientais, visando o desenvolvimento local sustentável do território marajoara, integrado à políticas públicas, especialmente nos municípios onde trafega a Agência-Barco Ilha do Marajó: Bagre, Breves, Curralinho, Melgaço, Muaná, Ponta de Pedras, Portel, Salvaterra, São Sebastião da Boa Vista e Soure.

O território marajoara possui 487.161 habitantes e mais da metade da população (56,59% do total) vive na área rural. Isso, somado ao baixo IDH dos municípios (média de 0,63, um dos mais baixos do país segundo o MDA) foi o motivador do nascimento do projeto Embarca Marajó, que visa reverter este quadro ao melhorar a qualidade de vida da população local e mostrar caminhos para o uso correto dos recursos naturais, sendo agente incentivador do fortalecimento institucional das organizações da sociedade civil.

O projeto é uma iniciativa conjunta do IEB, com o Instituto Vitória Régia e o Instituto Peabiru. O Embarca Marajó conta com o apoio do Fundo Socioambiental da Caixa Econômica Federal.