Seminário discutirá as contribuições do Projeto GATI para a gestão ambiental e territorial de Terras Indígenas no Brasil

Evento acontece nos dias 18 e 19 de agosto em Brasília
Crianças Guarani em ações de reflorestamento promovidas pelo Projeto GATI na TI Guarani do Bracuí (RJ). Foto: ©Dafran Macário
Crianças Guarani em ações de reflorestamento promovidas pelo Projeto GATI na TI Guarani do Bracuí (RJ). Foto: ©Dafran Macário

Por: Andreza Andrade

Nos dias 18 e 19 de agosto de 2016, acontece no Centro Cultural de Brasília (CCB) em Brasília-DF, o Seminário do Projeto GATI: Aprendizagens e Perspectivas, que tem como objetivo apresentar resultados dos seis anos de implementação do Projeto GATI (Gestão Ambiental e Territorial Indígena) em 32 Terras Indígenas (TIs), localizadas em cinco biomas brasileiros. O evento também pretende refletir sobre as lições aprendidas do Projeto e perspectivas da gestão territorial e ambiental de Terras Indígenas (TIs) no Brasil.

Fruto da parceria entre o movimento indígena brasileiro, Fundação Nacional do Índio (Funai), Ministério do Meio Ambiente (MMA), The Nature Conservancy (TNC), Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) e Fundo Mundial para o Meio Ambiente (GEF-Global Environment Facility), o Projeto GATI foi concebido como instrumento de promoção do reconhecimento das TIs como áreas protegidas essenciais para a conservação da biodiversidade dos biomas brasileiros. Atuou no fortalecimento de práticas tradicionais indígenas de manejo, uso sustentável e conservação dos recursos naturais, apoiando também o protagonismo indígena na construção de políticas públicas de gestão territorial e ambiental de TIs.

Dessa forma, o Seminário será uma importante ocasião que vai reunir diversos atores institucionais que têm contribuído para a implementação de ações de gestão territorial e ambiental de TIs no Brasil. Dentre esses atores estão representantes indígenas de todas TIs que se constituíram como Áreas de Referência do GATI, bem como representantes de organizações indígenas regionais, servidores da Funai (Sede e Coordenações Regionais), MMA e representantes de organizações parceiras.

A programação do evento contará com apresentações dos resultados do Projeto GATI e levantará questões referentes às perspectivas para gestão ambiental e territorial de territórios indígenas, cujos debates se aprofundarão em trabalhos de grupos. Um dos pontos altos na programação será o lançamento de dez publicações que compõem a coleção A experiência do Projeto GATI em Terras Indígenas, cujo foco principal é a sistematização das ações do Projeto ao longo de seis anos de execução. Cinco dessas publicações trazem um recorte regional das ações e as outras cinco abordam temas específicos tratados pelo Projeto. 

Ainda como parte da programação, na noite do dia 18, haverá uma mostra de vídeos realizados pelo GATI na Terra Indígena Guarani de Bracuí.

A realização do Seminário está a cargo do Projeto GATI, da Funai, do Pnud, do GEF e do Instituto Internacional de Educação do Brasil (IEB). Conta ainda com apoio da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib). 

Mais informações:

Seminário do Projeto GATI: Aprendizagens e Perspectivas

Data: 18 e 19 de agosto de 2016.

Local de realização: Centro Cultural de Brasília – CCB, situado na SGAN 601, S/N – Módulo B, Asa Norte, Brasília (DF).







Comentários